AÇÚCAR & ETANOL
Fernando Maximiliano

Fernando Maximiliano

Engenheiro Agrônomo formado pelo Instituto Federal do Espírito Santo. Participante do Brazilian Scientific Mobility Program (BSMP) na Oregon State University, Estados Unidos. Possui experiência em pesquisa e análise de mercado. Trabalha na divisão de Inteligência de Mercado da StoneX do Brasil com foco em Café.
Este texto teve a colaboração de Leonardo Rossetti.

Relatório Semanal – Mercado de Café 28/08/23

Data da publicação do relatório: 28/08/2023

No Relatório Semanal de Café, os especialistas da StoneX realizam um balanço das cotações do café na semana, analisando o impacto das principais movimentações no mercado internacional e doméstico. O relatório conta com análises mais aprofundadas sobre os temas mais relevantes do mercado de café, câmbio e macroeconomia, e aponta os fatores altistas e baixistas que podem afetar o mercado nas próximas semanas. Conheça os pacotes de assinatura de Relatórios de Café.


 

Enquanto os problemas com a oferta de robusta dão suporte aos preços de café, possível otimismo com safra 2024 e problemas com o consumo trazem tom baixista

RESUMO 

  • Café arábica encerra semana cotado a US¢ 153,15/lb, alta de 2,1%
  • Cotações de café robusta avançaram 3,1% para USD 2437/t
  • Indicador Cepea para o café arábica terminou semana com avanço de 0,3%
  • Indicador Cepea para o café robusta avançou 0,4% para R$ 646,98/saca
  • Queda do dólar suportou o avanço nos preços
  • Atenção dos agentes está voltada para o clima no Brasil
  • Avanço nas exportações brasileiras pode ser baixista para os preços
  • Estoques certificados de robusta tiveram queda de 76 mil sacas na semana
  • Problema com o consumo é baixista para os preços
  • Dados indicam importações enfraquecidas nos EUA e Europa

 

Em Nova Iorque, o contrato mais ativo, de dezembro, apresentou uma alta de 315 pontos (+2,1%), fechando a sessão da sexta-feira (25) cotado em US₵ 153,15/lb.

No mercado de robusta, em Londres, o contrato com maior liquidez, com vencimento em janeiro, terminou o período cotado a USD 2437/ton, representando um avanço de 3,1% na semana.

No mercado doméstico brasileiro, os preços de café arábica e de café robusta terminaram a semana com leve valorização. O indicador Cepea para o café arábica apresentou avanço de 0,3%, cotado na sexta-feira (25) em 810,7/saca. Para o café robusta, o indicador apresentou ganhos de 0,4% para R$ 646,98/saca.

Intraday semanal (contrato mais ativo) – 18/08 a 25/08

 

Fonte: CommodityNetwork Traders’ Pro. Elaboração: StoneX.

Do ponto de vista dos fundamentos, as atenções dos agentes estão voltadas para o a abertura da florada do café arábica no Brasil, que deve acontecer nas próximas semanas. Além disso, os possíveis impactos do El Niño no clima são pontos de atenção.

Como foi comentado no último relatório semanal, o cenário da ocorrência e um El Niño forte pode ter algum impacto na produção brasileira de café robusta.

Nas próximas semanas, será repercutido os dados de exportação de café no Brasil, que será divulgado pelo Cecafé.

O avanço nas exportações brasileiras de café contribui com o sentimento de melhor oferta do produto, o que pode atuar negativamente nos preços internacionais da commodity.

O último relatório do Cecafé, para o mês de julho, apontou para forte avanço nas exportações, principalmente para o café robusta, condição que deve continuar nos próximos meses, tanto pela maior disponibilidade de café com a aproximação do fim da colheita, como pelas condições mercadológicas do café robusta brasileiro, que é atualmente a origem mais barata.

Na última semana, foram observados substanciais quedas nos estoques certificados de café robusta, refletindo o cenário dos diferenciais de café fortalecidos na Ásia. Entre os dias 20 e 25, os estoques apresentaram uma queda de 76 mil sacas, totalizando 568 mil sacas no relatório de sexta-feira (25).

Aumentando o período analisado para todo o mês de agosto, já são cerca de 287 mil sacas reduzidas em relação ao fim de julho, quando a ICE contabilizava 863 mil sacas de robusta.

A menor disponibilidade de café no Vietnã e a quebra na produção da Indonésia, têm suportado a manutenção dos diferenciais de preço em patamares elevados, o que desestimula a certificação de café novos por parte das origens e estimula a retirada de cafés dos estoques certificados da bolsa.

 

Estoques certificados de café robusta (mil sacas)

Fonte: ICE. Elaboração: StoneX.

 

Um fator que pode pesar nos preços de café é o possível menor ritmo de consumo. Apesar de não haver transparência de diversas informações, como dados de estoque nos EUA e Europa, alguns indicadores têm apontado para uma demanda possivelmente enfraquecida.

Os dados de resultados das empresas, por exemplo, têm apontado em alguns casos, aumento da receita devido a inflação dos preços, mas volume comercializado reduzido.

Os dados de importação de café na união europeia, mostram que as importações tiveram queda de 12% em março, 11,6% em abril, 13% em maio e 9,4% em junho; considerando o acumulado no primeiro semestre, a União Europeia importou 22,9 milhões de sacas, volume 7,7% menor que o acumulado no mesmo período no ano passado.

Este cenário não é diferente para as importações de café nos EUA, que importaram 10,9 milhões de sacas no primeiro semestre, volume 11% menor que o observado em 2022.

 

Importações de café pela União Europeia (milhões de sacas)

Fonte: Eurostat. Elaboração: StoneX.

 

De forma geral, enquanto café robusta ainda tem fatores altistas para o preço, como a menor oferta de café na Ásia e ainda o possível risco na produção brasileira devido ao El Niño, em meio que contínua queda nos estoques certificados, os preços de café arábica podem continuar pressionados.

A aproximação do fim da colheita no Brasil e expectativa da abertura da florada, em meio a um cenário de melhor oferta tende a pressionar as cotações do tipo. Em um cenário de clima favorável e abertura ampla das floradas no Brasil, poderá haver um sentimento de otimismo com o volume da safra 2024/25.

 

 

Este conteúdo foi disponibilizado para assinantes em primeira mão em: StoneX Digital.

As informações que constam nesta publicação representam as opiniões, os pontos de vista e as projeções do autor, salvo se indicado o contrário, e não necessariamente refetem os pontos de vista, estratégias ou recomendação de negociação empregadas pela StoneX. Todas as previsões de condições de mercado são inerentemente subjetivas e especulativas, e resultados reais e previsões subsequentes podem variar significativamente em relação a essas previsões.

Nenhuma garantia é feita de que essas previsões serão alcançadas, sejam expressas ou implícitas, e qualquer decisão com base neste material é de responsabilidade do investidor.

O grupo de empresas StoneX somente negocia com clientes que satisfaçam os critérios de elegibilidade pertinentes à legislação aplicável à cada empresa específica dentro do grupo. O disclaimer completo pode ser consultado em: https://brasil.stonex.com/aviso-legal/. Nenhuma parte deste material pode ser copiada, fotocopiada ou reproduzida sob qualquer formato por quaisquer meios ou redistribuída sem o consentimento prévio por escrito da StoneX. © 2023 StoneX Group Inc

Fernando Maximiliano

Engenheiro Agrônomo formado pelo Instituto Federal do Espírito Santo. Participante do Brazilian Scientific Mobility Program (BSMP) na Oregon State University, Estados Unidos. Possui experiência em pesquisa e análise de mercado. Trabalha na divisão de Inteligência de Mercado da StoneX do Brasil com foco em Café.
Este texto teve a colaboração de Leonardo Rossetti

Este artigo é um exemplo dos conteúdos disponíveis para assinantes no Portal de Relatórios.

Conheça a plataforma!

Conheça os planos

A cobertura mais completa do Brasil em Inteligência de Mercado para commodities + plataforma exclusiva!

Inteligência de Mercado da StoneX oferece assinaturas de relatórios periódicos para acompanhamento dos mercados de commodities agrícolas e energéticas no Brasil e no mundo. 

Cadastre-se gratuitamente!

Receba o nosso resumo semanal com os destaques dos mercados agrícolas e energéticos.

Ao enviar este formulário, você estará enviando à StoneX Group Inc. e suas subsidiárias suas informações pessoais para uso em marketing. Veja nossa Política de Privacidade para saber mais.